quinta-feira, 19 de junho de 2014

Perguntas e comentários de crianças...

A menina de 4 anos entra na suíte dos pais. O pai, em pé, na porta do banheiro, observa os passos dela em direção ao criado mudo, mais especificamente para aquele pacote que ali ficou esquecido. O pai então entra no banheiro rapidamente e mantém a porta entreaberta, pois sabia que aquele objeto seria alvo de perguntas que a filha faria... e que a mãe, sentada sobre a cama, teria que responder. Mas ele queria escutar toda a conversa, pois sabia que seria divertida!

"Mãe, o que é isso?" A mãe se viu numa situação inesperada - ou que, pelo menos, teria que esperar mais alguns anos para acontecer. "É um pacote de preservativo, filha". Não teve jeito, a pergunta estava lançada e era necessária uma resposta, e a mãe preferiu responder da maneira mais sincera e objetiva possível. Mas as perguntas não acabaram por aí.

"Pra que serve isso, mãe?" Enquanto isso, o pai escutava e tentava conter os risos, mas não queria estar no lugar da mãe para responder àquelas perguntas. "Ah, filha, a mamãe usa para não ter neném" - respondeu, ainda que se sentindo bastante constrangida, e quis manter a linha esclarecedora nas respostas. Mas aquela ainda não era a última pergunta...

"E como se usa?" O pai definitivamente não queria ter que responder àquelas perguntas, especialmente a essa terceira. A mãe, encerrando a conversa e pondo um limite aos esclarecimentos, responde: "Filha, a mamãe toma, como se fosse um comprimido!". E tomou aquele pacote das mãos da filha, que havia assimilado tudo o que foi dito como resposta às três perguntas.

Dias depois, o casal e sua filha caminhava tranquilamente num Shopping, passeando e tomando sorvete, quando encontraram um amigo. Ele os cumprimentou e observou como havia crescido a filhinha deles. Daí ele se agachou e dirigiu-se à menina: "Como você está grande, viu? E, olha, tá na hora dos seus pais lhe darem um irmãozinho, você não acha?". Nesse momento, mostrando que havia assimilado todo o conhecimento adquirido com as perguntas sobre aquele estranho pacote encontrado sobre o criado mudo, ela respondeu: "É, mas está difícil... minha mãe não pára de tomar preservativos"...

Um comentário: